2 de nov de 2017

ABERTO CONCURSO PARA A 4ª EDIÇÃO DO PRÉMIO "JORNALISMO E DIREITOS HUMANOS"


Pelo quarto ano consecutivo, os promotores do Observatório dos Direitos – a LGDH, a ACEP e o CEsA – divulgam este galardão com o objectivo de reforçar o papel dos jornalistas enquanto agentes de mudança de mentalidades na sociedade guineense, estimulando a construção de uma cultura de participação democrática e cívica, com vista à promoção e à defesa dos direitos humanos.

O concurso inclui um prémio de 150.000 CFA e um conjunto de livros sobre a temática dos direitos humanos para cada uma das categorias seguintes:
a) Imprensa escrita de âmbito nacional;
b) Rádio de âmbito nacional ou comunitária;
c) Televisão de âmbito nacional ou comunitário.
O período para entrega das candidaturas começa a 3 de Novembro 2017 e termina a 28 do mesmo mês, nos seguintes endereços:

a) Entrega por correio eletrónico: lgdh6@hotmail.com ou observatoriodireitos.gb@gmail.com;
b) Entrega em suporte papel: Observatório dos Direitos, sito na Casa dos Direitos, Rua Guerra Mendes, Bissau.
O regulamento do prémio pode ser consultado no site da Liga: www.lgdh.org ou www.observatoriodireitos-guinebissau.blogspot.com.

Esta 4.ª edição do prémio conta com o apoio financeiro da Cooperação Portuguesa.

Consulte o Comunicado de Imprensa e o Regulamento do Concurso.

9 de fev de 2017

DECLARAÇÃO DE BISSAU




Foi realizada no passado dia 6 de Fevereiro 2017,  uma conferência internacional sobre os direitos humanos, na Assembleia Nacional Popular (ANP). A iniciativa enquadra-se no âmbito da execução do projecto “Observatório dos Direitos”, assente numa parceria entre a Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) e duas instituições portuguesas, uma ONG, a ACEP, e um centro de investigação universitário, o CESA, com o apoio da União Europeia e da Cooperação Portuguesa
Este encontro juntou activistas dos direitos humanos, organizações da sociedade civil,académicos, dirigentes políticos entre outros. No final do encontro, os conferencistas adoptaram a Declaração de Bissau que formula 14 recomendações concreta às autoridades nacionais sobre os diversos assuntos da vida nacional.

Para mais detalhes sobre a Declaração de Bissau ler aqui